Nádia Lima

Ná tem 17 anos, mora em Cajuru (SP), estudante de Publicidade e Propaganda, viciada em séries, Tumblrs, fotografias e acredita que viver é 'out'.


- Como é o seu dia a dia?
Minha rotina é normal (ou quase) como toda adolescente de minha idade... Na maioria das vezes acordo tarde, porque estudo em outra cidade e é muito cansativo ir e voltar toda a noite. E eu acabo indo para a cama tarde e por agora é tranquilo, porque ainda não estou trabalhando.  Vida difícil né? Brincadeira!

Qual é o tipo de pessoa que você gosta de lidar?
Pessoas que não força ser o que não é, gosto de pessoas que me faz sentir a vontade para brincar, conversar e etc.

- Existe algum motivo em especial para esse tipo de pessoa ser ideal para você?
Eu acho que a pessoa ideal para mim tem que ser muito paciente... porque além de ser "palhaça", eu sou uma pessoa difícil de lidar.

- Você está namorando alguém no momento ou está disponível?
Estou livre, leve e solta! (risos)


- Você tem alguma qualidade que chame atenção?
Acho que sou simpática, como meu amigo ELI, fala "no meio da multidão, me destaco".

- Sobre sonhos a realizar. Você tem algum?
Pode parecer clichê, mas eu quero viajar o mundo todo com uma mochila, meu sonho desde criança. Ahhh... Ser uma "Angel" da Victoria's Secret.

- Tem medo de ficar sem?
Meus pais e minha vó.

- Um livro?
Vendedor de sonhos - Revolução dos anônimos.


- Um ídolo?
Acho que sou a única adolescente que nunca teve um ídolo.

- Uma frase?
"Fazer as coisas nunca é tão bom quanto imagina-las"

- Brasil?
Um pais maravilhoso, com lugares fascinantes, mas também cheios de problemas e que talvez nunca se revolva.

- Um site?



- Eu amo?
Ser quem eu sou. E claro os meus amigos.

- Uma música?

- Mania?
Morder os lábios.

- Primeiro beijo?
A única coisa que eu lembro que foi em uma festa de rodeio e hoje eu odeio o menino.

 - De Nádia para Nádia. Quem é Nádia Lima?
Não me dou muito bem com os meus sentimentos. Na verdade, acho que não sei lidar comigo mesmo. Eu sou discreta, mas às vezes gosto de chamar atenção. Minha risada é escandalosa e o tom da minha voz é alto. Porém, sou tímida com certas pessoas e em certos lugares. Raramente mostro quem realmente sou, normalmente sou quem sou apenas com a minha família e amigos de grupo. Não gosto de lugar agitado, não faço o tipo baladeira, sou muito na minha. Não, isso não significa que eu sou fechada. Anti-social? Hum, depende do seu ponto de vista. Sou simpática, não vou mentir. Me dou bem com todos, adoro conversar, rir e compartilhar histórias. 



Acompanhe a Ná: FacebookInstagramTwitter

Fotografias da matéria por Elissandro Persil

Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe um Comentário: