Sou calouro

 
Posso começar essa publicação reclamando que estou cansado e sem tempo de escrever durante a semana para publicar aqui? apagando tudo isso e pensando por aonde devo começar comentando sobre os últimos acontecimentos empolgantes da minha vida (sqn!).

❝Precisamos ser pacientes, mas não ao ponto de perder o desejo. Devemos ser ansiosos, mas não ao ponto de não sabermos esperar.❞ — Max Lucado‎.


A faculdade já faz parte da nossa vida muito antes de, finalmente, ingressar no curso escolhido. São anos para decidir o que "ser quando crescer", mais a preparação para o vestibular e toda aquela ansiedade de saber como é a rotina em uma universidade. É comum ficar com aquela ansiedade só de pensar que daqui a alguns dias você vai estar em uma nova sala, cheia de pessoas diferentes para conhecer. Foi bem assim que me senti quando entrei no curso de Publicidade e Propaganda! (já tinha comentado um pouco sobre isso semana passada, clique aqui para ler!)

No primeiro dia de aula eu me senti dentro de um labirinto, porque não sabia em qual bloco e nem a sala aonde estudaria. Ao passar de frente de algumas garotas, um veterano do curso de letras indicou-me que ali era a sala dos iniciantes do curso. A garota se aproximou de mim e perguntou se eu me lembrava dela. Sorri quando eu pensei rapidamente e disse que sim. Eu a conheci no ano passado, quando eu estava na faculdade para fazer o vestibular.

Eu e minha amiga universitária Nadia Lima

Fazer amizades na faculdade é muito importante, não somente com a galera com a qual você se identifica, como também com os alunos mais veteranos e até os alunos com os quais você não possui tanta afinidade. É importante, desde cedo, você levar em consideração o Networking, tanto pra ajuda mútua nos estudos. Além disso, também é importante conhecer os professores, criando uma relação de amizade com eles, isso vai ajudar a analisar seus comportamentos, opiniões e atitudes e você ainda saberá qual a melhor forma de lidar com cada um deles.

Eu e a veterana de pedagogia, Éleen Rebeca. http://www.inexistentman.net/images/emoticonsfacenovo/facebook-comments-emoticon-with-heart-eyes.png

Tradição universitária de começo de ano: trote estudantil.



O trote é considerado por muitos alunos uma espécie de rito de passagem obrigatório para comemorar a aprovação no vestibular. Com o intuito de integrar os novos alunos na rotina do campus universitário, os veteranos do curso promovem uma série de brincadeiras. As atividades variam entre os cursos, mas elas são divididas por níveis de dificuldades. As mais fáceis são as brincadeiras de identificação do “bixo”, em que os veteranos raspam o cabelo ou pintam corpos e roupas dos calouros com o nome da faculdade e o da carreira. Apesar de tradicional, o pedágio é considerado um trote intermediário. Os calouros devem pedir dinheiro para pessoas nas ruas e nos semáforos até atingir a quantia estabelecida pelos veteranos. O montante arrecadado, geralmente, é gasto nos bares próximos às faculdades. 

Bixos de PP em pé de frente aos veteranos do curso, aguardando o trote... Preciso comentar mais algo?

Sobre a foto acima, eu imagino que todo mundo estava "assustado", porque os veteranos apareceu na faculdade somente no segundo dia após o início das aulas e nos convidaram para ficar em pé diante deles para recepção calorosa. Bixos e bixetes apresentados (antes que eu esqueça, ganhamos 'bixoname' ou seja, um apelido! Meu é: Beloti.), cada um ganhou uma "crista de galo" e um ovo. Então você pensa: como assim um ovo? Fomos desafiados a cuidar do ovo por uma semana, no caso de alguém quebrar teria que levar 5 quilos de alimentos e ganhar outro ovo. Coisa fácil, né? Não foi porque eu tive que levar o ovo todas as noites para faculdade, usei a plaquinha com apelido e sempre com a crista na cabeça. Nossa sala ganhou nome de  'Galinheiro da Publicidade e Propaganda'. http://www.inexistentman.net/images/emoticonsfacenovo/chicken-symbol.png

Depois de três dias que ganhei o ovo, acabei quebrando de forma não intencional

Hoje deixo aqui esta primeira experiência, daqui a quatro anos eu vou estar aqui escrevendo para você qual foi a sensação de entrar na faculdade e dizer enfim sou um Publicitário, por enquanto pode me classificar como “Aprendiz”…


ESCRITO POR:
Elissandro Persil  é fundador do About Jovem, acredita que viver é bom, viver conectado é melhor ainda. Aos 21 anos, o pernambucano que atualmente reside no interior de São Paulo, trabalha em uma multimarca, é estudante de Publicidade e Propaganda, divide seu tempo com colaborações em outros sites e blogs. É entusiasta do compartilhamento de conhecimento e da interação com seus leitores.
http://facebook.com/elissandroo  https://twitter.com/elissandroo 
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe um Comentário: