Entre tapas e beijos: José Paulino

Se você é de São Paulo já deve ter dado uma passada por lá – ou ao menos deveria, né?!- e se você não é, já deve ter escutado falar. Não? Eu te explico. 


O Bairro do Bom Retiro é conhecido por ser lar de muitas confecções de vestuário mas a rua José Paulino, que tem 1 km de extensão, é conhecida por suas 400 lojas – ou mais – que vendem roupas de atacado e varejo a preços muito menores do que na maioria das lojas.

Mas com a maior frequência das minhas visitas ao local, fui percebendo alguns “problemas no paraíso”, que acho que é sempre bom estar ciente quando for fazer as compras.

Moda pra quem?

Infelizmente é certo dizer que a José Paulino é lugar de menininhas. Mesmo sendo uma rua longuíssima, a maioria das lojas focam no vestuário feminino e quem sai prejudicado são os rapazes. :/

Ainda mais raro é encontrar roupas masculinas para o dia a dia, o mais comum é encontrar roupas de festa.

Mas e os tamanhos?

Esse é um dos maiores problemas do vestuário no nosso país, a falta de regulamentação das tabelas de medidas. Sem um padrão oficial e obrigatório a ser seguido, o setor de criação das marcas que decidem as numerações das peças - por isso que as vezes você veste P e na outra loja você usa G -. E tenho que confessar que o Bom Retiro não é um lugar ideal para se fazer comprar se, como eu, você veste tamanhos grandes! MAS

LEMBRE-SE que nada nessa vida é impossível e eu consigo, sim, encontrar peças lindas e que sirvam. Isso só requer paciência e um bom garimpo.

Falando em paciência…

Se você não é grande fã do termo, já aviso: a José Paulino não é pra você! :/

Sabe aquele momento que precisamos urgente de uma calça, vamos no shopping e em questão de uma hora - no maximo- o problema está resolvido? Então… NÃO É ASSIM!

Acho que em qualquer lugar em que existam tantas opções, tomar uma decisão é sempre uma tarefa difícil. Junte isso com 1 bilhão de pessoas e voilá… José Paulino.

Quando você for, reserve um dia APENAS para isso. Garanto que ainda assim, você sairá de lá achando que faltou muita coisa para olhar.

Uuh, coleção nova!

Sei que novidades são sempre divertidas mas resista á aquele macacão maravilhoso ou aquela camisa xadrez parecida com a da Beyoncé, que está na coleção de inverno que A-CA-BOU de chegar nas lojas. Confesso, é um risco você voltar depois e as peças terem acabado mas dê uma chance para as peças restantes da coleção passada. Geralmente elas estão extremamente abaixo do preço original e quem sabe você não encontra aquela peça que vc tanto queria pela metade do preço? - eu achei a minha “parka” que estava R$78 inicialmente e paguei R$35 tempos depois. Juro!


Ainda que essa tenha sido uma dica com um começo meio negativo, a minha intenção é ajudar os desavisados e visitantes de primeira viagem a ter um dia produtivo e não ter tantas surpresas negativas. Por mais que tenham esses problemas citados aí em cima, o que costuma matar as pessoas lá é o cansaço. Então coloque um tênis, uma roupa confortável, arranje uma boa companhia e se joga porque vale a pena!

E comenta aí, qual sua loja favorita para garimpar?
ESCRITO POR:
Carolina Elizabeth, que tem tentado bastante entender como funciona essa vida de adulto - e não tem se dado muito bem com isso -, também acha que a internet é uma das melhores coisas inventadas pelo homem e encontra nela a “sala precisa”, para escapar da realidade e fazer o que realmente gosta, escrever. Aqui no About Jovem ela escreve principalmente sobre moda mas pode acabar dando pitacos em outros assuntos também, afinal ninguém é de ferro!
http://facebook.com/elissandroo  https://twitter.com/elissandroo 
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe um Comentário: