O que a química tem em comum com os cabelos?

Praticamente tudo. É impossível mudar o visual sem química. Este é o assunto da matéria com Romilly Giorgette Maclaine!

As mudanças do cabelo da Romilly Giorgette Maclaine

É preciso conhecer a constituição química das tinturas de cabelos para saber qual se adequa ao resultado que você deseja e também para se evitar possíveis riscos à saúde.

A prática de mudar a cor do cabelo é muito comum atualmente, mas ela já é conhecida há mais de 2000 anos. Os saxões, por exemplo, eram povos que gostavam de pintar suas barbas de cores fortes e diferentes, tais como azul, verde e alaranjado.

Essas práticas de tingir o cabelo continuaram ao longo dos anos, por diferentes motivos, sendo que os principais são: para esconder os cabelos brancos, por questões estéticas ou para afirmar pertencer a um determinado grupo e se diferenciar da sociedade. 

Junho de 2012
✓ A química usada em tinturas e descolorações é aceitável quando feita por profissionais qualificados ou quando as instruções do fabricante são seguidas rigorosamente.
✓ Jamais permita que adolescentes menores de 14 anos se submetam ao uso de pinturas, tonalizantes e alisamentos.
✓ Aconselha-se respeitar um intervalo de 30 dias entre um procedimento de pintura ou tonalização e outro.
✓ Hidratações devem ser feitas a cada semana para manter a saúde e o brilho dos fios.
✓ Cabelo ressecado, com opacidade e com pontas duplas podem ser sinais de que a química está prejudicando o cabelo.

Dezembro de 2012

Outras dicas dadas pela ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) são:
✓ Não tinja o cabelo se houver lesões no couro cabeludo;
✓ Verifique o nome do produto, fabricante e registro na Anvisa.
✓ Não use produtos feitos em casa, o melhor é procurar um profissional especializado em um salão;
✓ Esse especialista deve usar luvas, máscara e manter o ambiente arejado;
✓ As toalhas devem estar limpas, ser de uso individual, e as escovas e pentes também devem estar limpos.

Novembro de 2013

Para alisar ou enrolar os cabelos, é preciso fazer um procedimento químico. E se ele for mau feito, aparecem os problemas. Então, para evitar resultados desagradáveis, é bom entender como o cabelo funciona:

O nosso cabelo é liso ou ondulado por conta de algumas ligações químicas que existem nas suas estruturas. E nós podemos usar a química para exatamente romper essas ligações e modificar o formato do cabelo. Algumas substâncias químicas são bastante nocivas, por isso temos de utilizá-las com o maior cuidado possível. E com o auxílio de um profissional qualificado!

Dezembro de 2013

Existe uma polêmica em torno do formol. O uso nos salões de beleza foi proibido:

O formol na verdade plastifica o fio do cabelo. Plastifica as proteínas. Se um cabelo foi alisado e você coloca ali o formol, ele vai polimerizar, ou seja, vai reagir com o cabelo. Ele vai ficar liso por muito mais tempo. Mas isso não vale a pena!

A química também está presente no simples ato de lavar os cabelos. Você sabia que o xampu e o detergente de louça são praticamente a mesma coisa? E com a química fica mais fácil entender por que o cabelo fica melhor quando usamos o condicionador.

Atualmente!

O procedimento químico do tingimento capilar, por exemplo, fundamenta-se na penetração dos pigmentos coloridos da tinta entre as escamas da cutícula do cabelo (camada mais externa dos fios). As tintas tradicionais têm um efeito mais duradouro que os tonalizantes que, por sua vez, são menos agressivos aos fios.

As tinturas ou tonalizações, assim como as descolorações prejudicam os fios quando são realizadas por profissionais desabilitados ou quando as instruções do fabricante deixam de ser seguidas rigorosamente.

Basta procurar um profissional qualificado, obedecer um intervalo mínimo de 30 dias entre os procedimentos e hidratar os fios pelo menos uma vez por semana. Evitar o secador quente próximo do cabelo e fugir do sol são outras importantes medidas!

Prontos para sorrir e chorar com o depoimento da Romilly Giorgette Maclaine?


"Oi meninas e meninos, vocês devem lembrar que meu cabelo estava ENORME NÉ? Então perdi mais de dois palmos dele. Tudo graças a um corte químico! Sabe quando você sabe que seu cabelo não aguenta, mas a cabeleireira força em dizer que sim? Então, neste vídeo conto a história de inicio, meio e fim! do meu querido cabelão! Assim eu me despeço e dou boas vindas a um belo corte despojado para o verão! Não queria ter perdido meu cabelo ‪#‎triste‬, mas enfim! ele cresce de novo!"


Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe um Comentário: