Polêmico aplicativo Lulu


Nesses últimos dias algumas pessoas vieram me perguntar sobre o tal de "Lulu", que posteriormente descobri ser um aplicativo para celulares que tem como objetivo deixar que as mulheres anonimamente e através de #hashtags classifiquem as piores e melhores qualidades dos boys com quem elas já ficaram. Confesso que no começo fiquei curiosa pra entender o funcionamento e principalmente, para ver que tipo de classificações os homens estavam recebendo por aí, mas pensando mais a fundo no assunto eu realmente comecei a procurar a utilidade disso, e quais as consequências esse app poderia trazer.


O aplicativo dá as mulheres o poder de rotular os homens com os quais elas já ficaram, o que no começo pode até ser engraçado, mas levando a história mais a fundo, será que não é um pouco babaca da nossa parte? Que tipo de pessoa consegue ser descrita com rótulos, e pior, nós mulheres que sempre lutamos pra não sermos tratadas como objetos estamos fazendo exatamente o que? Isso mesmo, objetificando os homens.


Pensando mais um pouco sobre isso, qualquer pessoa pode concluir que a utilização do app não faz sentido, se você gosta do cara, vai colocar hashtags bacanas pra fazer propaganda pra outras mulheres? Ou pior ainda, se você tem raiva e já levou um pé na bunda, vai ficar colocando hashtags "ressaltando" os piores defeitos do boy como se você fosse uma criança de 11 anos?


Sinceramente, alguns homens podem até estar gostando de ver em seu perfil hashtags do tipo #tripe #teamodecomelogo mas pra mim esse app não passa de mais uma forma ridícula de expor as pessoas a humilhação. E a dúvida persiste, quem é pior? Aquelas que perdem tempo escrevendo avaliações pros outros homens, ou aquelas que cogitam levar em consideração o que outras mulheres escrevem na hora de escolher um pretendente.

 

Tá faltando louça pra lavar mesmo.


Beijos,  Luiza Mocellin!
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe um Comentário: