Confira o que rolou no sexto dia do Rock in Rio 2013


Tudo indicava que o dia dominado pelos cantores solo no Rock in Rio 2013 seria também de evento "família". A média de idade na plateia no sábado (21) foi maior do que nos outros dias. Fãs mais velhos foram atraídos, principalmente, pelo veterano Bruce Springsteen como atração principal. No entanto, o sexto dia de evento também teve suas doses de hormônios adolescentes e outras substâncias.

Bruce Springsteen durante show no Rock in Rio 2013 - Rodrigo Antonio


A histeria das garotas foi disparada assim que John Mayer começou seus lascivos solos de guitarra, no penúltimo show do Palco Mundo. Choros, gritos, ataques de nervos e pedidos de casamento eram o que mais se via à frente do namorado de Katy Perry. O jovem Phillip Phillips, revelação do dia, também arrancou suspiros na apresentação anterior.

Fãs de John Mayer durante show no Rock in Rio 2013 - Eduardo Biermann


O amor entre público e estrelas do Rock in Rio só se tornou carnal, no entanto, durante as quase três horas de show de Bruce Springsteen. Ele desceu diversas vezes à plateia, abraçou e foi abraçado, chamou fãs para o palco e os levou uma de volta carregada. Mesmo com muitos fãs cansados, a disposição do jovem senhor Bruce uniu os mais novos e mais velhos.


Bruce Springsteen durante show no Rock in Rio 2013 - Rodrigo Antonio

No primeiro show de Bruce Sprinsteen no Rio, com quase três horas de duração, Bruce começou fazendo a pergunta à plateia que viajou milhares de quilômetros para esta apresentação: "Vocês estão sentindo o astral?". O público sentiu, mesmo que estivesse cansado. Assim como em São Paulo, ele iniciou com uma cover de "Sociedade alternativa", de Raul Seixas.

John Mayer durante show no Rock in Rio 2013 - Eduardo Biermann

John Mayer balançou corações e deixou mulheres à beira de um ataque de nervos na plateia do Rock in Rio. O jovem candidato a "guitar hero", de tatuagens e de lenço na cabeça, foi saudado como "lindo", "perfeito" e "muso". Em vez de cabeludos balançando a cabeça durante os solos, adolescentes aos prantos no telão seguraram cartazes com declarações de amor.

Show de Phillip Phillips no Rock in Rio 2013 - Eduardo Biermann

Phillip Phillips, norte-americano de 23 anos, é menos conhecido no Brasil por seu disco do que por ter vencido o reality show de calouros "American Idol", em 2012. A bonita "Home", sua música mais tocada por aqui, rendeu até coro de "o, oo, oooô" (veja ao lado). Ele ainda tocou covers de "Thriller" (Michael Jackson) e "Lets get it on" (Marvin Gaye).

Show de Gogol Bordello e Lenine no Rock in Rio 2013 - Ivan Pacheco

O show do Gogol Bordello no Palco Sunset teve correria, pulos, suor, movimentos performáticos, pique de punk rock e tempero cigano. O bigodudo líder Eugene Hütz não parou quieto. Em determinado momento, Hütz "batizou" o show jogando vinho na plateia e em si mesmo. A banda emendou uma sequência quase ininterrupta de nove músicas e ganhou rapidamente o público do Palco Sunset.

Show da banda Skank no sexto dia de Rock in Rio 2013 - Eduardo Biermann


"Maconha é proibido, mas mensalão pode fazer de novo, né?", disse Samuel Rosa durante o show do Skank, que abriu a noite de shows de sábado no Palco Mundo do Rock in Rio. O discurso do vocalista aconteceu depois de "É proibido fumar", de Roberto e Erasmo Carlos, em que o público costuma completar o refrão com "maconha".

Show de Ivo Meirelles, Fernanda Abreu e Elba Ramalho, no sexto dia de Rock in Rio 2013 - Rodrigo Antonio

"Pagode russo", um dos clássicos de Luiz Gonzaga, não é uma das músicas mais prováveis para aparecer em um dia de Rock in Rio. Mas a composição do rei do baião foi tocada não uma mas duas vezes e em shows seguidos. No Palco Sunset, "Pagode russo" surgiu no encontro de Ivo Meirelles e Elba Ramalho e fechou a apresentação do Gogol Bordello com a participação de Lenine. Não por acaso, foi uma das mais festejadas pelo público nos dois shows.

Show de Moraes Moreira, Pepeu Gomes e Roberta Sá, no Rock in Rio 2013 - Rodrigo Antonio

A apresentação com Moraes Moreira e Pepeu Gomes poderia ter colocado Roberta Sá como "peixe fora d'água", já que era uma voz feminina no lugar que já coube a Baby do Brasil nos Novos Baianos. Mas, com reverência a Baby impressa na camiseta, Roberta conseguiu deixar sua marca e fazer a parceria funcionar. "Posso dizer que hoje é um dia dias mais felizes da minha carreira", ela disse, após ser bem acolhida na "família Novos Baianos".

Show de Jovanotti e Orquestra Imperial, no Rock in Rio 2013 - Ivan Pacheco

"Non ti capisco, ma va beníssimo", disse o italiano Jovanotti ao abrir o Palco Sunset com a Orquestra Imperial. A frase, que significa "não te entendo, mas tudo bem", foi dita a um fã que o saudou com um "quebra tudo". A fala bem humorada resume bem a boa apresentação do "gringo", que misturou pop e rap com o samba dos músicos brasileiros.



Fã se emociona durante show do John Mayer. Ela não foi a única: muitas fãs choraram ao longo da apresentação




Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe um Comentário: