Justin Bieber apresenta 'Turn To You', música em homenagem à sua mãe‎

A canção Turn To You, do astro Justin Bieber em homenagem à sua mãe Patricia Mallette, acaba de ser divulgada na internet. O dinheiro arrecadado com os downloads legais da canção serão encaminhadas para instituições de caridade. A letra de “Turn To You” abordará as dificuldades da gravidez precoce de Pattie. “Ela foi muito corajosa e acho que o mundo precisa saber disso”, contou ao MTV News.



A história por trás de Turn to You, de Justin Bieber, para Pattie Mallette

Como disse em várias entrevistas, a música fala sobre sua mãe, Pattie Mallette, e as dificuldades que ela passou em sua vida. Grávida com apenas 18 anos, idade de Justin atualmente, Pattie já tinha um passado extremamente conturbado mesmo antes de seu nascimento. Abuso sexual por parte de pai, perda de irmã quando ainda criança, drogas, álcool… Há toda uma história por trás da letra de “Turn to You”.

Aos 3 anos de idade, Pattie foi abandonada por seu pai biológico Mike, que abusara sexualmente sua mãe por 10 anos, até que faleceu. Ela tinha uma irmã mais velha, que também perdeu bem jovem, quando sua irmã tinha apenas 5 anos. No seu quinto ano de vida, Patt sofreu abuso sexual assim como sua mãe.

Já na adolescência, aos 14 anos, mentalmente instável desde criança, Patt teve problemas com drogas e álcool junto a seu ex-namorado, Jeremy Bieber, que durou até os 17 anos. Com 15 anos, ela resolveu sair de casa porque vivia se desentendendo com seus pais – Diane e, agora já casada novamente com, Bruce Dale – indo morar numa casa com mais 4 rapazes. Era total perdição: ninguém ia à escola, só havia festas, drogas, álcool e mais atos anti-jurídicos.

Com 17 anos, Pattie já estava cheia de sua vida e resolveu se suicidar: foi à rua e entrou no meio da pista enquanto um caminhão vinha em sua direção. Por sorte, o motorista conseguiu desviar, mas mesmo assim Pattie foi parar no hospital. Totalmente perdida na vida, ela não tinha nenhum amigo para visitá-la no hospital.

Mas como participava de um centro de jovens, o diretor principal que era cristão começou a fazer visitar constantes a ela, levando comida e outros mantimentos. Ainda assim, o mais importante que esse senhor levava a ela era suas lições divinas, até que um dia ele praticamente a implorou para que aceitasse Deus em sua vida. Foi então que Patt fez uma oração pedindo para que Ele, se realmente existisse, entrasse em sua vida e a vivesse por ela. Enquanto rezava, ela fechou os olhos e viu uma foto de seu coração, quando ele abriu. Então brilho começou a cair e entrou em seu coração – o que, para ela, significou que o amor tinha entrado em seu coração. Depois de cheio, seu coração fechou e tudo ficou branco, como se ela tivesse sido purificada. Foi quando ela finalmente percebeu que Ele era real, enquanto sentia tudo aquilo, sua presença, e chorava.


A primeira coisa que fez após essa experiência foi pegar uma bíblia que, por algum motivo, não conseguia entender a linguagem. Depois disso Pattie correu até o telefone e ligou para John, aquele que estava sempre te visitando, e o contou sobre sua experiência. Ele foi ao hospital e ambos rezaram juntos, e ela até ganhou uma bíblia dele como presente. Desde então, como do dia para a noite, Pattie Mallette havia parado com as drogas e álcool. Mas tudo ainda iria mudar novamente.

Cerca de 8 meses depois de se entregar à Igreja – Highland Christian Ministries -, indo às missas constantemente, lendo a bíblia e fazendo tudo correto, Pattie se encontrou com seus antigos amigos – mais velhos do que ela – e, com isso, acabou voltando gradualmente às drogas e álcool. Foi parando de ir às missas cada vez mais e acabou grávida. Foi quando percebeu que estava sozinha, de volta ao seu passado e grávida. Por isso, pediu mais uma vez a ajuda de Deus. Quando voltou para a Igreja, ela recebeu o apoio total dos membros, que a ajudaram com o máximo que puderam. Apesar de não ser completamente pobre, alguns dias Pattie não tinha como alimentar Justin, o que levou com que os membros da Igreja também aparecessem em sua porta com alimentos para ajudá-la. Até um carro ela recebeu, em nome de Deus.

Para sustentar Justin como mãe solteira, Pattie tinha vários empregos – a maioria relacionados a computação, já que ela era uma webdesigner formada – mas mesmo assim ela acabou virando até recepcionista para poder conseguir mais dinheiro. Quando Pat tinha que ficar até mais tarde no trabalho, ela o deixava na casa de seus pais, Bruce e Diane Dale, que moravam por perto. E o resto da história é aquela que vocês conhecem, retratadas no livro “First Step 2 Forever: My Story” e no filme “Justin Bieber: Never Say Never”.

História difícil de acreditar, não é? Mas você pode vê-la sendo contada da própria Pattie no YouTube, quando concedeu uma entrevista ao programa “Full Circle” em junho de 2008, pouco tempo antes de partir para Atlanta com Justin. Assista à: primeira parte | segunda parte | terceira parte | quarta parte.

Em setembro de 2012, Pattie Mallette vai lançar um livro chamado “Nowhere but Up: The Story of Justin Bieber’s Mom” (Só resta subir: A história da mãe de Justin Bieber, uma citação da música “Up”), e deve falar mais sobre sua infância e toda sua incrível história. Parabéns pelo seu dia, Pattie Mallette e todas as mães ao redor do mundo! Vocês merecem…
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe um Comentário: