A vida do outro lado do Mundo: FUJIKYU HIGHLAND

| 24/07/2014
Olá, eu sou o Alexandre, faz um bom tempo que não venho escrever por aqui. Estava sem tempo por causa da escola e outros motivos, mas agora acaboooou e eu estou de volta!

Hoje vou falar um pouco de turismo no Japão, não o turismo clássico de ir à torre de Tóquio, no castelo de ouro de Kyoto (Kinkaku-ji) ou nas Disney do Japão. Mas tem um pouco a ver com parque de diversões...


Semana passada eu e meu irmão e uns amigos fomos ao parque de diversões FUJIKYU HIGHLAND, esse parque fica na cidade de Fujiyoshida na província de Shizuoka, e advinha o que tem bem na frente desse parque?


Isso mesmo, o Mt. Fuji aquela montanha enorme que parece não ter fim. Mas vamos falar um pouco desse parque, ele não é um parque como a Disney, mas é um dos maiores concorrentes por ser um parque mais perto de Tóquio onde fica a Disney Japan.


Logo antes da entrada tem duas ruas, que é um cenário temático de Paris, aquelas ruas lindas de pedras com aquelas lojas de encantar qualquer um pela sua beleza, uma delas vendia Macarons, claro haha. E obviamente, tinha uma mini Torre Eiffel.


Enfim vamos falar das atrações do parque, ela possui cerca cinco montanhas russas, a mais popular entre elas é a Fujiyama e tem 79 metros de altura e chega a atingir uma velocidade de 130km/h !! Incrível não?


Mas esse não é a atração mais requisitada do parque... E sim o Hospital assombrado de Fujikyu... Pra entrar nesse hospital, você tem que pagar na entrada (não é possível usar o Free Pass de 5 mil ienes que lhe permite acesso a todas as atrações) e custa apenas 500ienes (R$ 10).


Logo na entrada você é convidado para assistir um filme, uma curta metragem sobre a história do Hospital (NO SPOILER) se você estiver curiosidade procure no YouTube...  As pessoas fantasiadas de médicos zumbis, monstros e etc são muito mais muito realista mesmo. Você entra uma vez pra ser a ultima, nunca vi algo tão realista assim.


Super-recomendo esse parque um pouco fora do padrão de turismo no Japão, mas vale muito a pena ir!


http://www.aboutjovem.com/2012/05/vida-do-outro-lado-do-mundo.html
Mais informações »

Julian Camarena

| 21/07/2014

O Jules tem 22 anos, reside em Cave Creek (Arizona, USA), cantor, compositor, produtor, músico, performer e empresário.


- Como é o seu dia a dia?
Eu começo a trabalhar todas as manhãs antes de eu ir para o estúdio de gravação para iniciar a produção de uma nova música ou qualquer outra coisa que eu tenho planejado para o dia. Deixo o estúdio tarde da noite e, geralmente, terminar o dia com um trabalho na academia ou tomar o meu cão para uma corrida.

- Qual é o tipo de pessoa que você gosta de lidar?
Eu gosto de lidar com pessoas honestas, carinhosas, amorosas e ambiciosas.

- Existe algum motivo em especial para esse tipo de pessoa ser ideal para você?
Eu gosto de lidar com pessoas que são semelhantes a mim em muitos aspectos.

- Você está namorando alguém no momento ou está disponível?
Não, eu estou solteiro.


- Você tem alguma qualidade que chame atenção?
Eu sou uma pessoa muito romântica, você pode ver a evidência através das músicas que eu escrevo e produzo.

- Sobre sonhos a realizar. Você tem algum?
Eu tenho tantos sonhos que eu ainda tenho que cumprir e estou constantemente adicionando mais quase em uma base diária.

- Tem medo de ficar sem?
Eu nunca poderia ficar sem sonhos ou metas, estou sempre chegando com novos.

- Um livro?
Gosto de ler livros de auto-ajuda e palestras motivacionais, tais como os de Andrew Carnegie, eu também gosto de ler sobre música, negócios e as coisas do cotidiano também. Eu adoro romances de ficção também.


- Um ídolo?
Eu realmente não tenho um ídolo, apenas muitas pessoas a quem olho para cima e admiro, se é por causa do sucesso que tiveram ou o tipo de pessoa eles são.

- Uma frase?
"Torne-se o seu sonho".

- Brasil?
Amo o Brasil e tenho ouvido coisas maravilhosas sobre ele. Espero visitar e se apresentar para todos os meus fãs por lá muito em breve!

- Um site?


- Eu amo?
Cantar, arte, amor, música e viver a vida em sua plenitude.

- Uma música?

- Primeiro beijo?
Era uma vez no México... (risos) que é onde eu tive meu primeiro beijo.

- De Julian para Julian. Quem é Julian Angel Camarena?
Eu sou um cantor, compositor, músico, produtor, artista e performer.


Acompanhe o Jules: Facebook Twitter Instagram YouTube
Mais informações »

Bia Melody

|
A Bia tem 23 anos, reside em São Cristóvão (RJ), cantora e não vive sem música.


- Como é o seu dia a dia?
Meu dia começa as oito da manhã indo para o trabalho, volto as cinco, vou direto ensaiar, depois de duas horas de ensaio parto pra academia, casa, banho e cama! 

- Qual é o tipo de pessoa que você gosta de lidar?
Curto as pessoas bondosas, sensíveis, bem humoradas, esforçadas e sinceras!

- Existe algum motivo em especial para esse tipo de pessoa ser ideal para você?
Motivo especial é que quem tem essas qualidades só podem ser as melhores pessoas do mundo.

- Você está namorando alguém no momento ou está disponível?
Totalmente livre, não posso perder meu tempo com sapos, meu príncipe esta chegando! (risos)


- Você tem alguma qualidade que chame atenção?
Meu sorriso.

- Sobre sonhos a realizar. Você tem algum?
Tenho muitos, o primeiro é ver todo o Brasil cantando as minha canções.

- Tem medo de ficar sem?
Tenho medo de ficar sem minha mãe que é tudo pra mim!

- Um livro?
A Bíblia.


- Um ídolo?
Michael Jackson.

- Uma frase?
“Não possuo sabedoria, apenas a procuro com afeto”.

- Brasil?
Meu país é a minha casa, sou extremamente patriota!

- Um site?


- Eu amo?
Eu amo música, minha família, animas e a vida!

- Uma música?

- Mania?
Mexer no cabelo.

- Primeiro beijo?
Aos 15 anos e foi muito engraçado!

- De Bia para Bia. Quem é Bia Melody?
Uma garota que possui uma beleza interior, vive intensamente a procura de amor e respeito.


 Acompanhe a Bia: Facebook Instagram
Mais informações »

Um novo olhar para Brasil após a Copa de Fábio Galdino

| 15/07/2014

Acho engraçado como os turistas estrangeiros ficam surpresos quando chegam ao Brasil e conhecem nosso povo, nossa história, nossas belezas naturais... Percebem que o Brasil é um país lindo, abençoado por Deus.

Acho mais engraçado ainda o fato de nós, brasileiros, não notarmos essas coisas a nossa volta: Não notamos o povo humilde e acolhedor, não conhecemos nossa história, não notamos as belas paisagens. E não aceitamos que o Brasil seja um país lindo, um país abençoado.

Ao contrario, achamos os outros países do mundo melhor do que o nosso.

Os brasileiros deveriam se orgulhar do que tem e tentar conhecer melhor seu país. Conhecer São Paulo, mas da mesma maneira que um turista estrangeiro faz: ir a museus, teatros, Ibirapuera, Avenida Paulista, beber na Vila Madalena, visitar a arte urbana, conhecer a noite paulistana. Isso vale para os próprios paulistanos!

Os brasileiros deveriam conhecer o Rio, subir no Cristo de bonde, ir ao Pão de Açúcar, caminhar em Copacabana, Ipanema, ir na favela e terminar com um samba na Lapa.

Os brasileiros deveriam conhecer Minas Gerais, Brasília, Goiás, Manaus e cada canto desse país, mas deveriam fazer isso como os turistas fazem e mais do que isso, deveriam se orgulhar de tudo que tem.

Não vou entrar no mérito da política, nem do Brasil e nem de outros países. Não quero falar das vaias a Presidente, nem a respeito dos protestos contra a copa.

A verdade é que essa Copa me fez sentir uma coisa que ha muito tempo eu não sentia: Orgulho de ser brasileiro!

A Copa foi realizada e deixou o mundo orgulhoso do que, ate agora, é a maior Copa de todas. Porque nós, brasileiros, não devemos sentir orgulho disso?!

Ta na hora de deixar o orgulho de lado e sentir orgulho da nossa nação.

Ta na hora de mostrar para mundo que o povo brasileiro não é só acolhedor. É acolhedor e orgulhoso por fazer parte, do que o restante do mundo considera um dos melhores lugares pra se visitar, pra morar, pra comemorar e pra dançar.

Ta na hora de fazermos parte disso!

A BBC fez um vídeo que mostra a Copa e o Brasil na visão deles, mas que deveria ser a nossa visão:  Alegria, felicidade e emoção.

A Copa acabou, mas me fez pensar como eu trato o meu país e me fez mudar como eu penso o meu país.

http://www.aboutjovem.com/2014/04/colunista-fabio-galdino.html
Mais informações »

João Calaresi

| 14/07/2014
O João tem 22 anos, reside em Maringá (PR), multi-instrumentista, além de compor, toca violão, bateria, percussão e canta.


- Como é o seu dia a dia?
Corro pela manhã, trabalho durante o dia  como Modelo e Diretor de Marketing  e treino musculação a noite.

- Qual é o tipo de pessoa que você gosta de lidar?
Arianas e Leoninas.

- Existe algum motivo em especial para esse tipo de pessoa ser ideal para você?
Me intrigam e tem pensamentos que se encaixam aos meus.

- Você está namorando alguém no momento ou está disponível?
Solteiro.


- Você tem alguma qualidade que chame atenção?
Simpático, com um sorriso cativante.

- Sobre sonhos a realizar. Você tem algum?
Vários. Ser reconhecido profissionalmente como Modelo e Publicitário no mercado Nacional.

- Tem medo de ficar sem?
Minha família.

- Um livro?
O Teorema de Katherine.


- Um ídolo?
Meu Pai.

- Uma frase?
Viva, faça e jamais esqueça disso.

- Brasil?
Evoluindo.

- Um site?


- Eu amo?
Minha vida.

- Uma música?

- Mania?
Dormir assistindo Tv.

- Primeiro beijo?
Aos 13 anos no cinema.

- De João para João. Quem é João Ricardo Calaresi de Araujo?
Um cara intrigante, que tem muito a fazer ainda.


Acompanhe o João: Facebook Twitter Instagram
Mais informações »

Jessica Cristina

|
A Panda tem 16 anos, reside em Santa Barbara D'Oeste (SP), ama maquiagem e fotografar.


- Como é o seu dia a dia?
Agora não esta tão corrido igual antes, só estudo e faço academia.

- Qual é o tipo de pessoa que você gosta de lidar?
Pessoas carinhosas e que falam a verdade na cara.

- Existe algum motivo em especial para esse tipo de pessoa ser ideal para você?
Adoro receber carinho, quem não gosta? Prefiro que fale pra min do que para os "outros" muito difícil de achar pessoas que não usem mascaras.

- Você está namorando alguém no momento ou está disponível?
Solteira.


- Você tem alguma qualidade que chame atenção?
Eu sempre tento ser eu mesma, acho que isso é uma qualidade e personalidade própria não são todos que tem.

- Sobre sonhos a realizar. Você tem algum?
Sim pois todos nós temos sonhos, meu sonho é seguir minha carreira de modelo fotográfica e ter minha própria agencia.

 - Tem medo de ficar sem?
Minha família.

- Um livro?
Não tenho nenhum favorito.


- Um ídolo?
Luan Santana.

- Uma frase?
Ninguém inveja o feio ninguém odeia o fraco.

- Brasil?
País tropical.

- Um site?
Facebook!


- Eu amo?
Fotografar.

  - Uma música?

- Mania?
Mexer no cabelo.

- Primeiro beijo?
Foi estranho.

- De Jessica para Jessica. Quem é Jessica Cristina?
Apenas uma sonhadora.


 Acompanhe a Panda: Facebook Instagram
Mais informações »

Redes sociais: aliadas ou inimigas do namoro?

| 12/07/2014

Casais que nunca tiveram uma discussão ou pelo menos nunca ficaram desconfiados um do outro, por causa das redes sociais, que atirem a primeira pedra. O Orkut e o Facebook podem ajudar na paquera, mas quando o assunto é relacionamento sério, também podem se tornar verdadeiros inimigos.

Existem algumas situações que sempre geram brigas entre casais. A primeira delas vem logo quando o namoro começa: Mudar ou não mudar o status de relacionamento? Se um dos dois se esquiva, o outro já vem com desconfianças: “Quer esconder por quê, pra quem?”. Piadinhas internas entre amigos, comentários de pessoas desconhecidas, são pequenos detalhes que certamente deixam qualquer um com a pulga atrás da orelha. Mas a guerra está lançada mesmo, quando o ex começa a dar as caras... Enfim, o casal tem que ter jogo de cintura para evitar as dores de cabeça.



About Jovem bateu um papo com a galera sobre o assunto!

https://www.facebook.com/tekamafra



Depende do casal que utiliza as redes sociais! Se houver respeito de ambas as partes não tem motivos para considerar a rede social uma coisa inimiga de um relacionamento, agora se a pessoa que namora for sem vergonha ai é outra história!


https://www.facebook.com/BrunoLimaReal
Pra mim quem faz das redes sociais inimigas ou aliadas do namoro é o próprio casal. Tudo bem que hoje em dia nunca se sabe quando você vai se decepcionar com alguém, mas cada vez mais casais não estão sabendo lidar com isso e assim um não dá um voto de confiança para o outro, começando por pedir a senha das redes sociais, que na minha opinião é ridículo, pois não é só porque eu to namorando que a a minha namorada tem o direito de acabar com a minha privacidade assim como eu também não tenho. Quanto ao conteúdo que se publica vale a pena tomar um cuidado um pouco maior e não se estressar com quem curte ou deixa de curtir o que  eu ou ela postarmos, se postamos algo é para que seja visto pela nossa rede.

https://www.facebook.com/anagarridoo


Acho que depende da confiança que o casal deposita um para com o outro, e da fidelidade, claro. Para uns são aliadas pois os índices de relacionamentos virtuais estão crescendo e estes surgem através das redes sociais, mas para outros podem tornar-se inimigos com a infidelidade virtual. Bom, é relativo, varia de casal para casal.


 
 http://instagram.com/danielzlattanzio  

Minha opinião é que as redes sociais beneficiam de varias formas o namoro, tem se o contato mais imediato, conectados o tempo que for preciso, informações, posts românticos, fotos e etc. Tem pessoas que veem as redes sociais como uma ameaça, mas para mim elas não são, pois o que se tem é uma facilidade de se achar e contactar pessoas. Quem esta realmente comprometido em um relacionamento, não procura nem interage com pessoas com segundas intenções. Não é culpa das redes sociais e sim da pessoa que faz mal uso dela!

https://www.facebook.com/AdrianaDaroldOficial
Essa é uma questão difícil de se responder, pois do mesmo jeito que ela traz praticidade no relacionamento, ela também prejudica quando em demasiado. Acredito que depende da dosagem, sabe? pois grande parte dos ciúmes e das brigas, vem dessa fonte . Hoje em dia é impossível viver sem internet, mas acredito que se você priorizar o relacionamento, não terá "tantos" problemas .Porque convenhamos, quem nunca sentiu um ciuminho ao ver um like no Facebook?! É instinto do ser humano, cuidar do que "é seu", o problema é que as vezes descobrimos que não estamos cuidando tão sozinhos assim... rs

https://www.facebook.com/vinicius.barrisgobo




Quando estamos solteiros é mais fácil, não tem problema fotos em festas, com os amigos bebendo, por exemplo. Mas quando estamos compromissados qualquer curtida em post alheio pode se transformar em uma DR!






Análise do About Jovem!

Não é de hoje que o uso das redes sociais esbarra na questão da privacidade. No caso dos relacionamentos amorosos isso é ainda mais complicado. Mudar status, ter perfil conjunto, o excesso de exposição do casal, todas essas coisas são bem pessoais e tem que ser de comum acordo para não dar problema.


Mudança de status

Há pessoas que não se preocupam com esse tipo alteração, outras dão muito valor. Para evitar expectativas e aborrecimentos desnecessários –um mudou o status e o outro não, por exemplo–, conversar antes sobre o assunto. Não há um critério rígido quanto à maneira de expor seu status relacional, porém, é importante que o casal discuta sobre as mudanças e a forma de anunciá-las nas mídias –de preferência, juntos. Qualquer relação amorosa deve ser construída à base de bons diálogos, sem receios de perguntar sobre como cada parceiro se sente. Se negar a mudar o status indica uma atitude desleal, de quem parece estar à caça de alguém melhor.


Perfil conjunto

Para muitos casais, um único perfil para o par é uma maneira de reforçar os laços afetivos –soa como se anunciassem ao mundo que se dão tão bem que são praticamente um só. Para outros, ter uma conta virtual conjunta ajuda a blindar o relacionamento contra investidas externas. O primeiro caso, é mais coerente para adolescentes. É uma forma de demonstrar e reafirmar seu relacionamento para os amigos. Faz parte da idade e é perfeitamente justificável. Para adultos, entretanto, a atitude corre o risco de soar infantil. “E é preciso prestar atenção em relação à individualidade. Um casal pode ter uma turma em comum, claro, mas há os amigos de cada um, com seus assuntos e interesses próprios. Sem contar que o perfil conjunto pode prejudicar contatos e oportunidades profissionais, pelo caráter excessivamente pessoal. Sobre a perspectiva de afastar possíveis rivais. O fato pode se tornar um atrativo para quem não tem critérios muito éticos em suas paqueras. As mesmas dicas valem para quem tem perfil individual, mas faz questão de ilustrá-lo com uma foto do casal. Tanta insistência em exibir o amor pode passar recibo de insegurança.


Entre tapas e beijos

Há quem faça de seu romance um verdadeiro reality show: a cada briga ou fora (dado ou levado), a pessoa faz questão de anunciar a novidade nas redes sociais. Às vezes, os amigos mal têm tempo de elaborar a situação e o casal esquentado já fez as pazes. Essas manifestações funcionam como uma espécie de desabafo, mas nem sempre têm resultado positivo: a impulsividade pode gerar comentários cheios de raiva dos envolvidos e outros bem indiscretos ou inconvenientes, e esses são impossíveis de controlar. Estamos vivendo um momento em que as pessoas se confundem sobre quais são os limites entre o que se deve manter na intimidade e o que se deve expor. Mas, infelizmente, a tendência aponta em direção à exposição excessiva. O ideal é dar um tempo para avaliar como a situação evoluirá, para escolher compartilhar o desfecho nas redes sociais ou não. Os internautas que mais se mostram são os que costumam dar margem às discussões com o parceiro.


Conclusão:

Sem sombra de dúvidas, o casal deve demonstrar que existe respeito na relação e isso serve também nas redes sociais. Alguma coisa te incomoda? Que tal um papo sincero, sem chiliques, para esclarecer? Deixe seu comentário abaixo utilizando seu Facebook!
Mais informações »

Você é um SPORNOSEXUAL?

| 10/07/2014

Há 20 anos, o jornalista inglês Mark Simpson criou o termo metrossexual para definir o homem do novo século. Tanto que no ano passado, os homens do Reino Unido gastaram mais em sapatos do que as mulheres, e no Brasil o número de homens comprando maquiagem esta cada vez maior, e sabemos que cuidar da aparência não é mais uma característica dos homossexuais. No entanto, em uma matéria publicada no jornal The Telegraph, Simpson criou uma nova nomenclatura para definir um homem ainda mais sensual e obcecado pelo corpo, uma espécie de evolução do metrossexual: o “SPORNOSEXUAL“.


O novo homem é resultado da soma entre o esportivo e o pornográfico, resultando num homem que quer ser desejado por seu corpo e não pelo seu guarda-roupa, ou ainda menos pelo seu intelecto. Inclusive o site telegraphindia.com fez uma lista de algumas celebridades que se encaixam no novo termo.


MAS QUAL A DIFERENÇA ENTRE O METROSEXUAL E O SPORNOSEXUAL?

O homem metrossexual é aquele homem jovem que vive nas grandes cidades, onde estão as melhores lojas. É o mais promissor consumidor da década. Um cara preocupado com seu “look”, e assim por diante.


Já o “Spornosexual” é uma nova raça de homem, que tem sido lentamente desenvolvida ao longo dos últimos anos, presumivelmente no Instagram. É o homem de mídia e selfie obcecado pela sua aparência esportiva e pornográfica com um profundo desejo de ser desejado principalmente em mídias sociais. É aquele cara rasgado que você vê em anúncios e revistas fitness.


A fusão de esportes e sexo ajudou a alimentar esta nova geração. A auto-obsessão dos “spornosexual” pode ser identificado em ações como: passar muito tempo em frente ao espelho, demorar mais para se arrumar do que as mulheres, e acreditar que a camisa é uma peça totalmente dispensável e que seu próprio corpo se transforma em seu principal acessório.

Então se você se acha um Spornosexual e gosta de causar vou passar uma dica para usar no verão: sunga fio-dental.

Essa moda foi lançada pelo casal Bobby Cole Norris e Harry Derbidge, famosos no Reino Unido pelo reallity show “The Only Way Is Essex”.  Bobby apareceu durante as gravações do programa na Espanha usando um modelo vermelho e seu namorado um branco. Após ser utilizado pelos famosos, o traje de banho foi lançado em outros modelos e divulgado pela internet. O sucesso da peça no verão europeu fez com que muitos homens aderissem à moda e quebrassem certos paradigmas. Confesso que fiquei meio chocado quando vi a nova sunga, mas acho que até usaria, claro que não aqui no Brasil!

http://www.aboutjovem.com/2014/03/colunista-eduardo-gouveia.html
Mais informações »

DE QUEM É A CULPA DOS 7 X 1?

| 08/07/2014

Tenho uma forma "diferente" de pensar sobre futebol (meio óbvio, mas é diferente de muitos!). Acho que falta reflexão por parte dos tais "torcedores..." O Brasil poderia ter perdido de 10X1, é um jogo e como dizem tudo é possível. Acho muito fácil bater no peito e se dizer brasileiro nos momentos de vitória, mas a meu ver torcedor de verdade é aquele que segue até o fim, independente de desastres... A meu ver uma das maiores virtudes do ser humano é saber perder de cabeça erguida!!! PAREM E PENSEM: Qual aluno nota 10 nunca tirou 1 numa prova? Ele perde sua inteligência por conta disso? Qual pai por maior que seja sua experiência, nunca tomou uma decisão errada em relação ao filho? Ele perde o valor e importância por conta do erro cometido? É muito fácil fazer críticas, dar palpites quando não somos parte do problema!!! Fazemos parte de um país que sempre perde em EDUCAÇÃO, SAÚDE, TRANSPORTE E SEGURANÇA e ganha em CORRUPÇÃO e VIOLÊNCIA. Nunca vi um grupo mínimo que seja de brasileiros derramando uma lágrima ou lutando por conta dessa realidade... Talvez o erro esteja em nossa forma de olhar as coisas! A CBF lucra bilhões com a marca do nosso país. Deixa os clubes e os campeonatos nacionais a míngua. É preciso repensar nosso futebol ao invés de ficar sentado em cima das glorias passadas. Os alemães têm entre seus principais jogadores, craques formados pela própria federação alemã. Enquanto a CBF apenas lucra e lucra sem investir em nada no nosso futebol. O culpado desse vexame é a CBF não o governo! Ah, mas e o dinheiro gasto com estádios? Essa é uma cobrança que deveria e deve ainda ser feita independente da vitória ou derrota no futebol. Não é hora de ser leviano ou partidarista. É hora de refletir pra quem realmente tem culpa. Infraestrutura, organização da copa e as olimpíadas que virão em breve são responsabilidades do governo. O futebol, ou melhor, a falta dele, principalmente nesse jogo com a Alemanha é responsabilidade total da CBF. (NÃO SEJA CANALHA, SEJA CIDADÃO!)
Mais informações »

Walter Nunes

| 07/07/2014
O Walter tem 21 anos, reside no Rio de Janeiro (RJ), confessa que tem um talento ao qual se dedica especialmente, que é de ator. Leva muito a sério e dedica todo o seu dia ao diversos tipos de aulas que vão desde o curso especializado em televisão da CESGRANRIO até aulas particulares com Coach André Monteiro, o mesmo de Bruno Gagliasso e Isis Valverde.


- Como é o seu dia a dia?
Sou muito caseiro, mas também gosto de me divertir, curto muito cinema, teatro e beijo na boca, porque ninguém é de ferro!

- Qual é o tipo de pessoa que você gosta de lidar?
Sou muito eclético, gosto de me misturar com várias tribos. Acho isso importante para o ator, conhecer gente, outros modos de ser e de pensar. Agora é claro, que por força da minha profissão acabo me relacionando mais com artistas, que também não posso me queixar.

- Existe algum motivo em especial para esse tipo de pessoa ser ideal para você?
Acho que existe gente especial em todos os lugares, mas claro que sei que são raras, porque tudo que é bom é raro. Não creio que ser artista, transforma alguém em necessariamente  uma pessoa especial ou ideal. As pessoas raras estão por ai, em qualquer função. Cabe a nós encontra-las e ter a competência de cultivar sua amizade.

- Você está namorando alguém no momento ou está disponível?
Não, não estou namorando. Mas estou em clima de copa, aberto para jogo!


- Você tem alguma qualidade que chame atenção?
Sou muito disciplinado.

- Sobre sonhos a realizar. Você tem algum?
Ser um ator respeitado em meu país.

- Tem medo de ficar sem?
Sem minha realização profissional.

- Um livro?
“Lost e a Filosofia” de Willian Irwin.


- Um ídolo?
Bruno Gagliasso.

- Uma frase?
“Liberdade é conhecer os cordéis que nos manipulam” - Espinoza.

- Brasil?
Apesar de tudo, o melhor lugar do mundo para viver.

- Um site?
Gosto de sites especializados em cinema.


- Eu amo?
Gente inteligente.

- Uma música?

- Mania?
Sair de casa com o pé direito.

- Primeiro beijo?
Inesquecível.

- De Walter para Walter. Quem é Walter Nunes?
Um jovem brasileiro lutando para encontrar o seu espaço no mundo.


Acompanhe o Walter: Facebook Instagram
Mais informações »

Todos os seus ídolos pertinho de você!